Peeling de Cerveja atua na raiz da mancha

peleUm dos destaques da 10ª edição do Congresso Internacional de Cosméticos e Farmácia da Consulfarma foi o Peeling de Cerveja. Desenvolvido pela PharmaSpecial – empresa especializada em matérias-primas farmacêuticas e dermocosméticas -, essa nova opção de peeling é a base à base de Wonderlight, considerado o mais moderno ativo dermocosmético destinado a clarear a pele e impedir o surgimento de novas manchas, extraído do Lúpulo – sim, a mesma matéria-prima utilizada na composição da cerveja, que serve para dar o gosto amargo, além de contribuir no aroma da bebida.
Desde o evento, que aconteceu esse mês, em São Paulo, o tratamento já pode ser encontrado, nas farmácias de manipulação, mas só poderá ser aplicado por um profissional de estética, pois esse peeling é associado com ácido retinoico, substância indicada para o tratamento dos sinais do fotoenvelhecimento. “Além da suavidade na aplicação, é um produto que rapidamente desaparece na pele, proporcionando um toque seco e aveludado. É uma textura totalmente exótica atrelada à eficácia do clareamento. Para quem deseja usufruir, em casa, dos benefícios do Lúpulo, tem a opção de manipular cremes, loções, fluídos e espumas à base dessa matéria-prima. Esses produtos podem ser desenvolvidos com uma dosagem própria para o uso diário”, detalha a farmacêutica, bioquímica e cosmetóloga da empresa, Sara Bentler Vanzin.

Ativo que atua na raiz da mancha
SAMSUNG CAMERA PICTURESA Farmacêutica ainda reforça que Lúpulo (Humulus lúpulo) é um tipo especial de flavonoide, isto é, um potente antioxidante que, dentre suas ações benéficas para a pele, promove o clareamento e combate o “vai e vem” das manchinhas. “Para o consumidor ter ideia da qualidade dessa matéria-prima, ela é uma das mais utilizadas no Japão, que é um país bastante exigente quando o assunto é manter a uniformidade da pigmentação da pele. Esse ativo promove o clareamento de forma segura e garante que as manchinhas não voltem”, confirma a farmacêutica.
A pele contém células conhecidas como melanóticos que, por sua vez, produzem um pigmento de coloração marrom (melanina). Quando em contato com o sol, esse pigmento sofre uma reação, deixando a pele bronzeada. Entretanto, pode haver uma concentração de melanina nas células de forma desproporcional, o que resulta em manchas variáveis em tamanho e cor.
Por esta razão, na tentativa de se proteger, as células produzem a GM-CSF – uma substância que atua na defesa da pele contra as manchas. Inclusive, é comum após um procedimento a laser, acne ou um peeling, por exemplo, haver hiperpigmentação pós-inflamatória, quer dizer, a mancha volta mais intensa e se espalha rapidamente, o que torna mais difícil a sua remoção. “O Peeling de Cerveja, portanto, além de tratar as manchas, age inibindo a ação devastadora da GM-CSF e impede a volta da mancha pós-inflamação”, conclui a Sara.

Modo de uso
– Peeling de Cerveja: aplicado pelo médico. O produto permanece em contato com a pele de 4 a 5 horas. Após remoção do peeling, a pele encontra-se um pouco mais sensível em decorrência de ser um peeling químico. No terceiro dia ocorre descamação da pele surgir uma epiderme nova.
– Cremes, loções, fluídos e espumas: pela manhã antes do fotoprotetor e à noite, antes de dormir.



WordPress Video Lightbox

    ENTRE EM CONTATO.
    FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
    AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


    comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336