Mitos e verdades sobre a psoríase

Com certeza você já deve ter visto pessoas com lesões vermelhas e descamativas pelo corpo, principalmente nos cotovelos e joelhos, trata-se da psoríase, uma doença de pele crônica, inflamatória e autoimune, e que atinge aproximadamente 3% da população mundial. De acordo com Dr. Gustavo Saczk, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, muitas vezes a psoríase é genética ou está relacionada ao estresse intenso.

“É uma doença caracterizada por lesões avermelhadas e descamativas, que muitas vezes é genética ou relacionada ao estresse intenso. Mesmo não sendo transmissível, a psoríase ainda é cercada de muito preconceito”, explica o médico. Para evitar situações como esta, na qual as pessoas que possuem a doença se isolam devido à aparência dos ferimentos e vergonha, Dr. Gustavo esclarece alguns pontos sobre este problema de pele:

1 – A psoríase não é transmissível. Não tenha receio de ficar próximo ou pegar em alguém que tenha a doença. Isso gera um isolamento social e afetivo muito grande no portador, o que compromete a qualidade de vida.

2- A exposição moderada ao sol pode ajudar a eliminar as placas corporais. Geralmente, as lesões se localizam em áreas expostas. A autoestima da pessoa fica abalada e elas tendem a se cobrir, quando, na verdade, as lesões expostas ao sol podem melhorar muito.

3 – Pessoas com essa doença podem ter maior risco cardíaco ou de ter um AVC. Isso faz com que o tratamento seja necessário e não uma escolha.

4 – O tratamento da psoríase geralmente é feito com uso de cremes, pomadas anti-inflamatórios, tudo depende dos sintomas e gravidade de cada caso, por isso o acompanhamento de um dermatologista é crucial.

5 – O SUS está agora disponibilizando medicamentos para o tratamento da doença chamados de imunobiológicos. Eles são injetados na pele e conseguem em alguns casos deixar a pessoa sem nenhuma lesão. Só não eram populares pelo seu alto custo, chegando a mais de R$ 100.000 por paciente por ano. Um novo horizonte se abre para esses pacientes a partir deste ano no Brasil.



WordPress Video Lightbox