7 verdades sobre a abdominoplastia

A barriga perfeita faz parte do padrão de beleza desejado por homens e mulheres. Não importa o sexo. Eles não medem esforços para executar as repetitivas séries de atividades físicas, que resultam nos famosos “gominhos”, principal característica do chamado abdômen de tanquinho. Já elas ficam sempre de olho nas novidades que possam dar um adeus aos “pneuzinhos” e “pochetes” e garantir a barriga bem travada.
O abdômen é a região do corpo que mais acumula gordura, daí a explicação para tanta dificuldade em alcançar os resultados. Os excessos de gordura e pele levam muitas pessoas a buscarem a cirurgia plástica estética como solução e acabar com aquilo que a atividade física não resolve. Trata-se da abdominoplastia, que objetiva retirar esses acúmulos, acabar com a flacidez e promover melhores contornos da área. Saiba agora 7 verdades sobre esse procedimento.
Estatísticas
O interesse é tão grande que a abdominoplastia está entre as cirurgias plásticas estéticas mais procuradas. As mulheres são as que mais buscam, mas os homens também têm se interessado pelo assunto. O Brasil chega a ser líder. Dados da International Society of Aesthetic Plastic Surgery revelam que, em 2013, o nosso país liderou esse tipo de cirurgia ao lado da lipoaspiração e da mamoplastia.
Indicação
A abdominoplastia é indicada para quem convive com quantidade de pele e de gordura além do normal, na região abdominal. Em geral, são pessoas que trazem um excesso de flacidez por predisposição genética, sofrem do efeito sanfona (períodos alternados de aumento e diminuição de peso) e mulheres com histórico de partos múltiplos.
No caso da gravidez, que provoca uma grande dilatação do abdômen e afastamento dos músculos, recomenda-se que a mulher aguarde, pelo menos, seis meses depois do parto para fazer a abdominoplastia.
Vale ressaltar que caberá ao médico, durante consulta, constatar se existe realmente a necessidade de realizar o procedimento ou se a simples prática de exercício físico pode ser suficiente. É ele quem dirá também quanto poderá ser removido.
“Importante alertar para a escolha do especialista. Trata-se de uma cirurgia delicada, com riscos e que só deve ser realizada por médicos que fazem parte da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), por estarem devidamente capacitados para tal procedimento. Esse cuidado já representa um grande passo para evitar problemas”, ressalta a cirurgiã plástica, Dra. Wanessa Sigiane.
Pré-operatório
O médico, além de fazer uma entrevista com o paciente durante as consultas, solicitará todos os exames que possam afastar suspeitas de doenças que representem um risco e confirmem as boas condições do paciente. Entre eles: exames de sangue e urina, avaliação cardíaca, ecografia abdominal e raio x do tórax.
Procedimento
A cirurgia dura entre 2h30 e 5 horas. Quanto mais excesso a ser retirado, maior a duração. Os tipos de anestesia mais usados são a peridural e a geral. Caberá ao profissional decidir.
O médico faz um corte horizontal na região pouco acima dos pelos pubianos, chamada de suprapúbica. Assemelha-se ao da cesariana, só que mais longo (estende-se até as proximidades dos ossos dos quadris) por conta do tecido a ser removido. Em seguida, desloca-se a pele e a gordura da camada músculo-aponeurótica e, por fim, retiram-se as sobras.
Caso haja outro procedimento conjunto, como uma lipoaspiração, por exemplo, o tempo pode ser ainda maior no centro cirúrgico.
Cicatriz
Difícil afirmar como ficará. Tudo vai depender da genética do paciente, de como o organismo reage e dos cuidados durante a recuperação. Em geral, nos primeiros meses, a cicatriz fica avermelhada, inchada, endurecida e um pouco elevada. Cerca de 6 meses a um ano depois, tende a começar a abaixar e iniciar o processo de clareamento. É muito normal também haver certa perda de sensibilidade da região.
Muitas mulheres fazem a seguinte pergunta: será que vou poder usar biquíni? Sim. Como já dito anteriormente, o corte é feito perto dos pelos pubianos.
Pós-operatório
A internação normalmente é de 24 horas. Esse é o tempo ideal para que o paciente fique em observação. Ao deixar o hospital, ele recebe uma lista de cuidados a serem seguidos e, diga-se de passagem, muito bem seguidos para que o resultado seja o melhor possível. Seguem alguns:
– repousar durante os primeiros 15 dias;
– andar levemente encurvado e ao deitar manter o tronco e as coxa um pouco mais elevados (colocar 2 travesseiros sob essas regiões), para evitar estiramento da região operada;
– fazer uma dieta balanceada;
– retornar após o sétimo dia para retirar os pontos, conforme indicado pelo especialista;
– evitar qualquer tipo de esforço físico durante um mês;
– retornar às atividades físicas apenas após liberação do profissional;
– evitar exposição ao sol por pelo menos 3 meses para não haver escurecimento da cicatriz;
– após esse período, usar protetor solar na região.
Resultados
O resultado definitivo aparece, aproximadamente, entre 6 e 12 meses depois. As mudanças são gradativas, e o paciente deve ter calma quanto às adaptações do corpo.
“Muitas mulheres acham que vão emagrecer. Não se iluda e não espere milagres. A abdominoplastia não serve para perder peso. Claro que, com a remoção de gordura e pele, alguns (poucos) quilos vão embora, mas nada significativo. Esse tipo de procedimento é para acabar com os excessos e melhorar a forma”, conclui a Dra. Wanessa Sigiane.
A especialista acrescenta que o ideal é realizá-lo apenas uma vez, mas, se o paciente externar vontade de repetir o procedimento, caberá ao médico avaliar se há condições de repetir a cirurgia com total segurança.
Fonte:  Dra. Wanessa Sigiane, formada, em 2001, pela Faculdade de Medicina de Petrópolis (FMP), no Rio de Janeiro. Fez residência médica em Cirurgia Geral, no Hospital Universitário de Brasília (HUB) e em Cirurgia Plástica, no Hospital Regional da Asa Norte (HRAN), ambos no Distrito Federal. Vale ressaltar que o HRAN é referência em cirurgia plástica no DF e na região de entorno do Distrito Federal.



WordPress Video Lightbox

    ENTRE EM CONTATO.
    FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
    AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


    comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336