Tratamentos estéticos que podem ser realizados depois do parto

Perceber a barriguinha mais flácida, novas estrias e manchas na pele são características comuns após o parto. Alguns procedimentos estéticos podem ser aliados das mamães na hora de recuperar a boa forma e a autoestima. No entanto, é preciso ter atenção, já que nem todos os procedimentos estão liberados para quem está amamentando.
A especialista Aline Caniçais, fisioterapeutaâ dermatofuncional da Ibramed preparou algumas dicas e listou os tratamentos que estão liberados para as mamães que estão amamentando. De acordo com ela, alguns tratamentos já podem ser realizados 40 dias após a chegada do bebê.
Criolipólise de contraste
Esse procedimento congela e aquece a área tratada possibilitando a redução de quase 50% da gordura localizada, seja na barriga, braços, quadris e etc. De acordo com a especialista, para realizar essa técnica durante a amamentação é preciso analisar o tipo de parto realizado pela mamãe. “No caso da cesárea o tempo de recuperação da mãe é bem maior devido a cicatrização dos tecidos que são mobilizados durante a cirurgia, diante disso, é necessário esperar de 3 a 6 meses – no mínimo – para realizar o tratamento. Ainda assim, o médico precisa autorizar o procedimento estético, já que cada paciente apresenta um tempo diferente de recuperação”, explica a fisioterapeuta. Se o parto for normal o tratamento pode ser feito após o segundo mês de vida do bebê.
Peeling ultrassônico
O Peeling Ultrassônico é um procedimento liberado para lactantes e ajuda na remoção de impurezas e células mortas, melhora o tônus da pele e ainda favorece a drenagem e desintoxicação tecidual. A técnica também pode ser combinada com cosméticos específicos para o rosto proporcionando melhores resultados. Vale destacar que o uso de cremes durante a amamentação também deve ser consultado por um médico.
Drenagem linfática
A drenagem linfática é uma ótima opção para quem procura diminuir a retenção de líquido. Esse procedimento pode ser feito durante a gestação e no período da amamentação também. “Gestantes podem utilizar a drenagem linfática por meio da endermoterapia – técnica que usa um aplicador com roletes, ligado a um equipamento de vácuo -, que massageia a pele promovendo uma mobilização dos líquidos parados para descongestionar, desintoxicar e drenar o tecido. É uma técnica muito relaxante para a gestante que traz a melhora imediata do inchaço”, explica a fisioterapeuta. Mas, segundo ela, esse procedimento é indicado para drenagem linfática da face e do corpo (somente nos membros inferiores e/ou superiores). Não deve ser aplicado no abdome.
Ondas de choque
Tratamentos realizados com ondas de choque ajudam na redução de gordura localizada, melhora a flacidez e é indicado, principalmente para celulite. Em média, com oitos sessões, já é possível ver a melhora na firmeza da pele e redução de quase 100% das celulites. É preciso avaliar cada caso, mas geralmente três meses após o parto já é possível iniciar esse tipo de tratamento.



WordPress Video Lightbox

    ENTRE EM CONTATO.
    FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
    AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


    comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336