Saiba como as emoções afetam a pele

286434_614122_girl_1152382_640Todo mundo já teve de lidar com situações de estresse e preocupação ao longo da vida. À medida que a tensão se espalha e se intensifica, de fato, o corpo sente. Quem nunca percebeu, por exemplo, que após passar por momentos delicados, a pele se apresentou sem vitalidade, com aspecto cansado e, muitas vezes, acompanhada das indesejáveis espinhas? A psicoterapeuta Maura de Albanesi, mestre em Psicologia e Religião pela PUCSP, conta que o corpo recebe todas essas emoções e, muitas vezes, não consegue lidar e trabalhar esses sentimentos de forma saudável.

“Observo o caso, por exemplo, em que a pessoa guarda sentimentos, não é diretiva nas coisas que faz, além de ser mais prolixa e ter receio de magoar o outro ao expor o que pensa. Em geral, o organismo responde a essa situação trazendo, dentre algumas características, uma pele com acne. Podemos pensar que se trata de um alerta do corpo, como se ele apontasse esse conflito em que a pessoa vive, no caso, dizer uma coisa e querer expressar outra. O nosso corpo sente e reage de forma negativa”, afirma.

Para a especialista, muitos dos problemas de pele, normalmente, se dão por falta de posicionamento e clareza daquilo que se quer. No caso, é como se houvesse “um conflito entre o que a pessoa sente e o que ela, realmente, deseja falar. E no fim das contas, as emoções ficam reprimidas. Da mesma forma, a especialista faz um contraponto e cita que pessoas mais diretivas, na forma de ser e de se expressar, tendem a ter uma pele com menos oleosidade e acne, além de sentimentos menos reprimidos.

De acordo com a psicoterapeuta, essas emoções interferem na pele, não apenas em relação ao surgimento de acne, mas podem contribuir para o aparecimento de outros tipos de doença. ” Podemos citar a Pitiríase [causa manchas rosadas], ligada à quantidade de ira e raiva que a pessoa guarda e, por isso, a pele ganha manchas. A Psoríase também surge, muitas vezes, em pessoas que não se posicionam sobre o que desejam, verdadeiramente, expressar a respeito do que pensam e sentem”, destaca.

Estresse/acne

Maura cita ainda a relação entre estresse/acne. “O estressado não consegue obter soluções para o que precisa realizar e, tudo isso, causa um distúrbio hormonal, que pode trazer acne e outros sintomas ao corpo. Toda vez que a pessoa passa por essa aceleração interna, é como se as coisas estivessem fugindo do controle dela. O estressado tenta controlar ao máximo e segurar a situação. Podemos pensar que a acne é uma representação, como se fosse uma espécie de explosão interna que mostra que a pessoa não está dando conta das situações”, afirma.

E como aliviar esse estresse e tensão? “Poderia citar a importância em ter uns minutos de autorreflexão, mas a pessoa estressada sequer conseguirá fazer isso, porque ela não se ‘desligará’, já que a todo instante estará pensando em sua rotina e compromissos. O ideal é aliviar a autocobrança”, ressalta. Maura sugere que a pessoa não se sinta incapaz e ineficiente por não ter realizado algo.

A especialista recomenda adotar medidas como perceber o que é possível fazer e o que não é possível realizar, sem que haja tanta cobrança. ” Seria transformar o ‘tenho de fazer’ em ‘o que eu quero fazer e o que eu posso fazer’, sem se sentir uma pessoa incapaz e ineficiente, complementa.

Para Maura, o indicado é trazer eficiência dentro das reais possibilidades. “Então, a dica é relaxar, optar por um passo a passo e observar o que pode ser feito, além de desacelerar, o que não implica em uma irresponsabilidade. Ao contrário, isso significa ser responsável por aquilo que você consegue fazer. Dessa forma, você diminui a agenda e reduz o estresse, com aquilo que realmente pode ser realizado”, afirma.

Pessoas felizes têm a pele mais bonita?

Assim como a pele sente os efeitos negativos provocados por situações de estresse e turbulência, a felicidade propicia efeitos contrários, ou seja, positivos. “O nosso corpo reflete o nosso estado de alma. As pessoas mais felizes têm um brilho na pele, que fica mais suave, lisa e menos tensa. A pessoa sorri mais e, com isso, exercita algumas partes do músculo facial, que vão drenar toda essa energia contida. Temos sim uma aparência de leveza. Assim como uma pessoa que saiu de férias e conseguiu relaxar, ela volta mais serena às atividades e rotina”, destaca.

Para a especialista, essas pessoas se permitem viver “sem muitas cobranças, além de tocar a vida de uma forma mais leve, simples e relaxada”. Maura cita que esse bem-estar reflete não apenas no corpo e rosto, mas em toda a saúde. “Quando a pessoa passa por um momento difícil, ela carrega o semblante, a pele vai ressentindo e, dessa maneira, não permite drenar todas as substâncias necessárias ao nosso corpo. Já uma pessoa mais feliz irradia vitalidade”.

Fonte: Maura de Albanesi é mestre em Psicologia e Religião pela PUCSP, Pós-Graduada em Psicoterapia Corporal, Terapia de Vivências Passadas (TVP), Terapia Artística, Psicoterapia Transpessoal e Formação Biográfica Antroposófica, atua com o ser humano há mais de 30 anos. www.mauradealbanesi.com.br.



WordPress Video Lightbox

    ENTRE EM CONTATO.
    FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
    AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


    comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336