Procedimentos para clarear olheiras de forma rápida

São várias as causas das olheiras e não se engane: você precisará passar por uma consulta médica para uma investigação e diagnóstico precisos. “Pessoas que possuem pais com olheiras têm mais chances de apresentarem o problema durante a vida. Mas, como a área dos olhos é a região mais fina e sensível do rosto, os maus hábitos também contribuem para o aparecimento da hiperpigmentação periorbital, ou seja, a produção e acúmulo de melanina embaixo dos olhos, levando à coloração mais escura da região”, explica a dermatologista Dra. Paola Pomerantzeff, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia. Segundo a especialista, outra causa das alterações é o acúmulo de hemossiderina, pigmento presente no sangue responsável pela coloração arroxeada das olheiras, que ocorre quando a circulação sanguínea local não funciona corretamente. Mas saiba que hoje já é muito mais fácil lidar com esse problema estético, pois existem diversos tratamentos indolores (ou quase), em sessões rápidas. Abaixo, as novidades:

Supremo – Nova tecnologia de luz pulsada que acaba de chegar ao Brasil, o Supremo, da Basall, por meio do handpiece Supreme Care emite feixe de luz de 510 nanômetros, ideal para o tratamento de diversas alterações, entre elas olheiras. “O feixe de luz (510nm) é atraído tanto pela melanina presente na epiderme como pela hemoglobina presente nos vasos sanguíneos, sendo transformado em calor (fototermólise). Desta forma, os pigmentos são coagulados e destruídos, eliminando tanto manchas como vasinhos e olheiras”, explica a dermatologista Dra. Natássia Pizani, membro titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia e consultora científica da Basall. “A luz intensa pulsada é uma aliada importante no tratamento de olheiras, pois consegue agir tanto no componente pigmentar como no componente vascular das olheiras”, acrescenta a médica. Para o tratamento de olheiras, três sessões são indicadas. Os intervalos são sempre mensais.

Lumi Eyes – O protocolo Lumi Eyes une a luz intensa pulsada do Expert Light com o laser Nd:Yag 1064nm do MultiStation, ambos da plataforma Solon, para promover o tratamento global das olheiras. Segundo o dermatologista Dr. Abdo Salomão Jr., membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia, o procedimento inicia-se com a aplicação do Expert Light, que age na melanina, melhorando as olheiras pigmentares. “O equipamento possui alta performance no clareamento de olheiras e outras alterações pigmentares pois atua em diferentes profundidades da pele, sendo capaz de concentrar fótons em comprimentos de onda específicos, dessa forma agindo diretamente no alvo necessário”, destaca. Além disso, a luz intensa pulsada do Expert Light também age estimulando o colágeno, o que melhora as rugas superficiais presentes na área dos olhos e confere firmeza a pele da região. Em seguida, aplica-se o laser MultiStation, que possui comprimento de onda com grande potencial de penetração, atuando assim na destruição da hemoglobina, que vai ser absorvida pelo organismo. O resultado do protocolo é o tratamento amplo e abrangente das alterações, com o clareamento tanto das olheiras vasculares, quanto das alterações pigmentares. Além disso, é visível a melhora da textura da pele da região dos olhos, com diminuição de rugas finas e aumento da firmeza do tecido. “Para alcançar tais resultados, o recomendado é que sejam feitas três sessões com intervalos mensais entre cada uma delas”, destaca o Dr. Abdo. “Outra vantagem do procedimento é o fato de não possuir contraindicações nem downtime, permitindo ao paciente retornar a suas atividades imediatamente, sendo que o único cuidado necessário é a fotoproteção constante”, diz o médico.

Laser de picossegundos – Para olheiras escuras e de tons arroxeados geralmente é recomendado o tratamento com laser de picossegundos, que fragmenta o pigmento sem gerar calor na pele. “O laser de tratamento clareador, ao ser aplicado, é capaz de ‘despedaçar’ o pigmento. Quando falamos em um procedimento com duração de pulso em nanossegundos, ele é capaz de causar uma fragmentação do pigmento. Já o laser em picossegundos é mais rápido e causa uma microfragmentação, ou seja, o pigmento é espatifado em pedaços muito menores, o que facilita ao organismo eliminar esses pigmentos com menos efeito colateral”, afirma a médica Dra. Paola Pomerantzeff. O tratamento com laser de picossegundos tem disparo ultrarrápido, que não aquece a pele, de forma que o tratamento é mais seguro e menos dolorido.



WordPress Video Lightbox
ENTRE EM CONTATO.
FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336