Limpeza de pele deve ser realizada mensalmente

No decorrer do dia, a pele acumula inúmeras impurezas que contribuem para seu envelhecimento precoce, além de estimularem o surgimento de doenças como acne, manchas e irritações. Por isso, a higienização facial diária é essencial para manter a saúde da pele em dia. Porém, é fundamental também visitar um dermatologista para realizar regularmente uma limpeza de pele profunda para desintoxicar, oxigenar os poros, auxiliar no processo de renovação celular e manter uma pele macia e saudável. “Este tipo de limpeza é indicado para a remoção de cravos e miliuns e para ajudar no equilíbrio das peles seca, normal, oleosa e mista, podendo assim ser realizada tanto no rosto quanto em outras partes do corpo, como colo e costas”, afirma a dermatologista Dra Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia. Mas, afinal, de quanto em quanto tempo este procedimento deve ser realizado?

De acordo com a especialista, o ideal é realizá-lo uma vez por mês. Isso por que nossa pele reage de modos diferentes de acordo com o clima e nosso estilo de vida, fatores bastante mutáveis. Logo, realizar uma visita mensal ao seu dermatologista garante que sua pele esteja sempre recebendo o melhor tratamento possível. “Além disso, o ciclo de renovação celular da nossa pele leva 28 dias. Logo, realizar uma limpeza de pele profunda mais de uma vez por mês pode causar irritações no tecido cutâneo”, completa. “Mas é importante ressaltar que esse tempo pode variar de acordo com a necessidade de cada um, por isso é fundamental que você siga as recomendações de seu médico.”


E, assim como o tempo, os procedimentos e técnicas utilizados durante a limpeza profunda de pele podem variar, incluindo tratamentos como peelings químicos, extrações, drenagem linfática, microdermoabrasão e uso de LED e lasers. Porém, segundo a médica, as limpezas profundas de pele geralmente seguem um passo a passo com etapas bem definidas, que vão desde a higienização da pele até a aplicação do filtro solar, e duram em média uma hora. “A sessão inicia-se com a assepsia, que consiste na higienização da pele com o objetivo de remover maquiagem, cosméticos e impurezas decorrentes da poluição e oleosidade. Após a assepsia, é feita a esfoliação para promover um afinamento da camada mais superficial da pele, facilitando assim a extração de cravos e aumentando a permeabilidade dos ativos utilizados no procedimento”, destaca.

Em seguida, inicia-se o processo de extração, onde a pele é submetida a um vapor com ozônio, que tem como finalidade abrir os poros para facilitar a drenagem dos cravos, que são espremidos com os dedos, e miliuns, extraídos com a ajuda de uma microagulha. Segundo a médica, pode ainda ser feita a aplicação de laser de luz pulsada, que auxilia na morte de bactérias nocivas na pele, e, principalmente em peles acneicas, a remoção de comedões através de sucção. Após estas etapas, é utilizado um aparelho de alta frequência para cicatrizar a pele e atuar como anti-inflamatório. Para finalizar são realizadas massagens e aplicações de compressas com loções calmantes, máscaras hidratantes e fotoprotetores. “Porém, é importante destacar que a limpeza profunda da pele deve ser realizada apenas por profissionais habilitados, como esteticistas e dermatologistas, devido às complicações que podem surgir durante o procedimento”, finaliza a Dra. Valéria Marcondes.

Fonte: Dra. Valéria Marcondes – Dermatologista da Clínica de Dermatologia Valéria Marcondes, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia com título de especialista e da Academia Americana de Dermatologia. Foi fundadora e é membro da Sociedade de Laser.



WordPress Video Lightbox
ENTRE EM CONTATO.
FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336