Como tratar bem a delicada área dos olhos

A região dos olhos é uma das mais importantes dentro da estética facial. Embora a maioria dos profissionais da estética conheça os problemas básicos dessa área – que incluem linhas finas e rugas, além das olheiras e o processo geral de envelhecimento – muitas vezes os tratamentos mais efetivos não são aplicados corretamente.

À medida que o rosto de uma pessoa envelhece, numerosas características anatômicas mudam com o tempo. As linhas faciais e as rugas se aprofundam, as sobrancelhas tendem a cair e a musculatura do couro cabeludo e das laterais do rosto se enfraquecem.

O sistema linfático envelhece também. Assim, torna-se menos eficiente na remoção de fluidos tóxicos do organismo, especialmente em áreas do corpo com alta concentração de capilares. A síntese de colágeno e de elastina igualmente diminui com a idade, o que contribui para a flacidez da pele. Compreender o impacto dessas mudanças pode ajudar os profissionais da estética a tomar melhores decisões de tratamentos efetivos para seus clientes.

O advento dos peptídeos na ciência cosmética tem produzido ótimos cosméticos para o tratamento de linhas e rugas, especialmente na área dos olhos. A delicada estrutura das pálpebras pode ser fortalecida por peptídeos específicos, que ajudam a reduzir e a prevenir as rugas e também as bolsas.

Alguns exemplos de substâncias importantes para o tratamento da área dos olhos são os seguintes:

Substâncias hidratantes

Os hidratantes são vitais porque a área dos olhos é uma estrutura extremamente delicada. Manter a pele hidratada nesta área ajuda as atividades biológicas básicas, como a reconstrução celular normal, otimizando a estética da área. A hidratação também reduz linhas finas e rugas.

Substâncias lubrificantes

Quando a pele começa a envelhecer (o que pode acontecer inclusive em uma idade bastante jovem), os níveis hormonais mudam e reduzem a produção de gordura, diminuindo a elasticidade da pele. Muitos clientes chegam às clínicas alegando falta de hidratação quando, na verdade, a pele contém uma quantidade razoável de água, mas não de óleo. Para resolver esse problema, os ésteres entram em cena. Quando aplicados sobre a pele, proporcionam uma imediata sensação de frescor e maciez.

Peptídeos

Dependendo de sua estrutura, os peptídeos podem fazer muitas coisas, como ativar as células cutâneas para produzir colágeno, elastina e lipídios. Os peptídeos também podem regular as atividades biológicas das células. Existe uma regra geral que os profissionais devem seguir ao usar peptídeos ou outros ingredientes ativos, conhecida como a regra dos três Ds, em inglês: dose (quantidade), deepness (profundidade) e delivery (entrega). Em outras palavras, é importante usar a dose correta de ativos na pele, na profundidade ideal, e com o mecanismo de entrega adequado.  O excesso de substâncias pode irritar a pele, assim como sua escassez pode não tornar o tratamento eficaz.

Ativos botânicos

Existem centenas de extratos botânicos disponíveis para reduzir as rugas, o inchaço e as olheiras. Mas é importante observar a formulação do cosmético antes de utilizá-lo. Se os ingredientes botânicos forem os últimos da lista de ingredientes, certamente o produto não será efetivo, pois sua dosagem será muito baixa.

Esteticistas

Os profissionais da estética devem se manter atentos ao tipo de conservantes utilizados nos cosméticos, pois alguns desses ingredientes podem irritar a área dos olhos com a frequência de uso. Esse problema é conhecido como uma reação de sensibilização na pele. Em geral, não é uma boa ideia usar cosméticos muito perfumados por essa mesma razão. Evite, ainda, produtos com sulfatos.



WordPress Video Lightbox
ENTRE EM CONTATO.
FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336