Anvisa aprova novo medicamento oral para tratamento de melanoma metastático

tafinlarA Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou hoje o uso do medicamento Tafinlar™ (dabrafenibe), mais novo tratamento oral para pacientes com melanoma metastático ou irressecável e oriundo de mutação positiva dos genes BRAF V600E.

O câncer de pele é o mais incidente na população mundial e responsável por cerca de 25% dos tumores. (1). Somente no Brasil, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima 181mil novos casos da doença em 2016. O melanoma, que corresponde ao redor de 6000 casos novos ao ano, é um tipo mais raro, porém o mais agressivo da doença. (2).

Aproximadamente 50% dos casos de melanoma ocorrem em função de mutações oncogênicas de BRAF. Essa alteração anormal de genes leva à ativação peculiar da via RAS / RAF / MEK / ERK.(3) O melanoma, além de agressivo, pode migrar para outros órgãos. Cerca de 40% dos pacientes evoluem para metástase cerebral. (4)

Os pacientes que apresentam melanoma avançado se deparam com baixa taxa de sobrevida em 5 anos, com relativa qualidade de vida. (5) No entanto, os recentes avanços na terapia do melanoma avançado estão mudando o panorama do tratamento.

A aprovação pela Anvisa baseou-se nos resultados de eficácia e segurança de BREAK-3, um estudo clínico multicêntrico, randomizado, aberto, de fase III e que envolveu 250 pacientes com melanoma metastático. Comparou-se o dabrafenibe com a dacarbazina, um quimioterápico.(6)

Entre as constatações, ficou evidenciado que Tafinlar™ promoveu o aumento da mediana de Sobrevida Livre de Progressão (PFS) versus a dacarbazina. Tafinlar™ prolongou significativamente a sobrevida avaliada pelo investigador para 5,1 meses em comparação com 2,7 meses da dacarbazina. O Hazard Ratio (HR, ou taxa de risco) para esta análise foi de 0,30, indicando uma redução de 70% no risco de progressão ou morte em comparação com dacarbazina. Este benefício de PFS do Tafinlar™ permaneceu consistente numa análise após seis meses de tratamento, alcançando 6,9 contra 2,7 meses.(6)

No braço Tafinlar™, 92% dos pacientes tiveram resposta completa, resposta parcial ou estabilização da doença, contra apenas 55% com dacarbazina após revisão independente. No momento da análise primária, Tafinlar™ foi associado com uma redução de 39% no risco de morte em comparação com dacarbazina, embora quase metade dos pacientes no braço de quimioterapia passou a receber Tafinlar™ em algum momento.(6)

De acordo com a avaliação do investigador, a Taxa de Resposta Global foi de 53% no braço Tafinlar™ vs 19% no braço de dacarbazina. A duração média de resposta para os pacientes tratados com Tafinlar™ foi de 5,6 meses.(6)

Tafinlar™ tem um perfil distinto de eventos adversos dos outros inibidores BRAF aprovados. Nos ensaios clínicos de Tafinlar™, o carcinoma de células escamosas cutâneo (cuSCCs), evento adverso esperado nessa classe terapêutica foi relatado em somente 9% dos pacientes.(6) Os autores acreditam que o perfil dos eventos adversos de Tafinlar™ pode estar relacionado às propriedades moleculares ou farmacológicas da droga.

Sobre o Melanoma
Para compreender o melanoma, é importante primeiro entender a anatomia da pele, o maior órgão do corpo. A camada externa da pele, denominada epiderme, contém células que produzem a melanina, que são chamadas de melanócitos e são responsáveis pela cor da pele (7). Elevada exposição a raios ultravioleta (naturais ou artificiais), ter a pele clara, histórico familiar, muitas manchas iguais e aparentemente comuns e múltiplas alterações genéticas, são associados com a transformação dos melanócitos em células do melanoma (8).
O melanoma é quase sempre tratável quando diagnosticada no início, mas a doença avançada ou metastática é de difícil tratamento. Melanoma muitas vezes pode afetar órgãos distantes, a exemplo do cérebro, pulmões, ossos ou fígado, podendo causar sérios danos à saúde(7). Portanto, são necessárias opções de tratamento para pacientes que apresentam essas progressões da doença.
Novartis e outras companhias farmacêuticas têm desenvolvido medicamentos que atuam com foco de atuação na via celular específica e conhecida por desempenhar um papel no crescimento de diversos tumores de melanoma. BRAF, um gene nesta via, é frequentemente mutado e envia sinais que aumentam a produção celular do câncer. Usando uma pequena amostra do tecido do tumor, um teste genético pode detectar mutações BRAF e dar aos médicos mais informações sobre o tumor (7).
Cerca de metade de todos os pacientes com melanoma metastático apresentam mutação no gene BRAF (3), mas mesmo quando medicamentos ajudam a inibir a sinalização de BRAF, há a possibilidade da doença progredir através da via MEK(9). Por esta razão, existem pesquisas em curso para descobrir novas estratégias de tratamento para o melanoma que podem ajudar os pacientes e profissionais da saúde.

Disclaimer
As informações contidas neste texto têm caráter informativo, não devendo ser usadas para incentivar a automedicação ou substituir as orientações médicas. O médico deve sempre ser consultado a fim de prescrever o tratamento adequado.

Sobre a Novartis
A Novartis oferece soluções de saúde inovadoras que atendem às necessidades em constante mudança de pacientes e da população. Com sede em Basileia, na Suíça, a Novartis oferece um diversificado portfólio de medicamentos inovadores, cuidados com os olhos e medicamentos genéricos. A Novartis é a única empresa global com posição de liderança em todas essas áreas. Em 2014, as operações do Grupo atingiram vendas líquidas de US$ 58 bilhões, enquanto cerca de US$ 9,9 bilhões foram investidos em pesquisa e desenvolvimento (US$ 9,6 bilhões excluindo encargos de depreciação e amortização). As empresas do Grupo Novartis empregam aproximadamente 120.000 colaboradores e estão presentes em mais de 180 países ao redor do mundo.
Para mais informações www.novartis.com.br



WordPress Video Lightbox

    ENTRE EM CONTATO.
    FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
    AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


    comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336