Micropigmentação paramédica pode camuflar manchas do vitiligo

vitiligo2vitiligo1O vitiligo é um problema de pele que nem sempre fácil de se identificar. Podendo ocorrer em homens ou mulheres de todas as idades, a doença se manifesta apresentando manchas claras em várias partes do corpo, ocasionadas pela perda de pigmentação e melanina do organismo. Apesar dessas manchas não doerem, nem coçarem e também não manifestarem nenhum sintoma, seus efeitos mais sérios estão relacionados ao convívio social e a autoestima.
Pesquisadores ainda não sabem dizer ao certo as causas da doença, mas tudo indica que esteja ligada a fenômenos autoimunes, responsáveis por destruir as células da melanina em regiões específicas do corpo. Muitas vezes, o estresse pode ser o gatilho da patologia em pessoas que já possuem uma predisposição. Também é comum que problemas emocionais, como traumas, estejam relacionados ao aparecimento das manchas. Médicos têm constatado muitos casos de depressão em pessoas com vitiligo e, atualmente, a doença atinge de 0,5% a 2% da população mundial. Por isso, é difícil definir qual o tratamento considerado mais apropriado e eficaz.
Aqueles que desenvolvem o vitiligo muitas vezes procuram esconder as regiões afetadas, por se sentirem feios ou para evitar chamar a atenção dos curiosos. Contudo, um método tem propiciado uma melhora significativa na autoestima dessas pessoas, principalmente no caso das mulheres, trata-se da micropigmentação paramédica. Utilizada para camuflar manchas, a técnica permite disfarçar a diferença de tons causada pela doença e a aplicação desses pigmentos no tom mais próximo possível da pele proporciona excelentes resultados na harmonia da coloração dos tecidos.
Antes de realizar a camuflagem do vitiligo alguns cuidados devem ser tomados:

  • Primeiramente, a pele deve ser analisada e testes de cor realizados para alcançar um tom ideal, que encubra as manchas da forma mais natural possível.
  • No caso de pacientes que ainda estão tratando da doença com medicamentos, o uso deste deve ser suspenso, por pelo menos trinta dias, antes de se submeter ao procedimento de micropigmentação.
  • Além disso, o vitiligo tem que estar estacionado, ou seja, a pessoa tem que estar com as lesões estabilizadas por, no mínimo, seis meses.

Os resultados são visíveis já na primeira aplicação. Com as manchas totalmente preenchidas, já é possível garantir uma melhor aparência na região. Muitas pessoas relatam que depois do tratamento recuperaram a autoconfiança e sentem-se infinitamente melhor quando se olham no espelho. Então, não se desespere, se você tem lesões na pele causadas pelo vitiligo, a micropigmentação pode ser uma excelente solução para o seu problema.

Fonte: Rafaela Camargo é especialista em micropigmentação e fundadora da Clínica Rafaela Camargo.



WordPress Video Lightbox
ENTRE EM CONTATO.
FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336