Cosmético antienvelhecimento para o corpo

O aumento da expectativa de vida, o clima quente e a cultura de expor o corpo devem impulsionar a categoria ainda incipiente no Brasil.

Cosméticos que combatem os sinais do tempo na pele não são novidade no mercado brasileiro.
Dados da Mintel de 2017 revelam que 36% das brasileiras entre 35 e 44 anos utilizam produtos antienvelhecimento, subindo para 48% entre as mulheres com 45 anos ou mais. Contudo, os números se referem apenas aos cuidados com o rosto e a mesma atenção ainda não é observada em relação à pele do corpo.

Mirela Seixas, gerente de marketing da Adcos

O consumidor brasileiro é imediatista, não gosta muito de prevenção e preza pelo efeito rápido. Como o corpo fica mais coberto e os sinais do envelhecimento demoram mais a aparecer, os cuidados acabam sendo focados em hidratação da pele, redução de medidas e celulite”, afirma Mirela Seixas, gerente de marketing da divisão médica da Adcos.

A marca brasileira de dermocosméticos com 25 anos de atuação lançou no segundo semestre de 2018 uma loção corporal anti-idade. “Nos últimos anos, temos apresentado muita inovação para prevenir e tratar os sinais de envelhecimento da face e o mercado nos sinalizou a necessidade de tratar também a pele do corpo”, diz Seixas.

O novo produto foi uma aposta certeira”, comemora. “No Brasil, o clima e a cultura nos permitem expor mais o corpo e o objetivo do Derma complex anti-aging corporal é garantir que a pele do corpo esteja bonita e saudável em todas as etapas do envelhecimento”, acrescenta.

O aumento da expectativa de vida no país também é um fator que deve impactar neste segmento. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, o Brasil terá 64 milhões de habitantes com mais de 60 anos em 2050, o que representará cerca de 30% da população total.

Cosmético antienvelhecimento para o corpo é uma categoria que cresce bastante, pois temos uma população que envelhece e começa a se preocupar com a prevenção”, afirma Mika Yamaguchi, farmacêutica e diretora científica da Biotec Dermocosméticos.
Integrante do grupo AQIA Química Industrial, a empresa distribui ativos para a indústria cosmética e farmacêutica, contando com parceiros com a DOW Personal Care (EUA) e Novastell (França).

Entre matérias-primas específicas para o cuidado da pele, ela destaca em seu portfólio a SWT-7, que atua nas células-tronco e aumenta a reepitelização da epiderme, melhorando rugas verticais; o Hydroxyprolisilane CN, uma hidroxipolina vetorizada por silício orgânico, que acelera a produção de colágeno e elastina; e o Hyaxel, um ácido hialurônico fracionado que promove a auto-hidratação. “Existe um universo de ativos que podem ser utilizados em conjunto, potencializando os resultados”, diz.

Outro aspecto importante no combate aos sinais do tempo na pele é a fotoproteção. Se no segmento de skin care o Brasil é o oitavo maior mercado do mundo, o país desponta como vice-líder no consumo de protetores solares, conforme levantamento da Euromonitor em 2017.

Tivemos uma educação maior para o uso de fotoprotetores em decorrência da incidência de câncer de pele no país. Os protetores são utilizados por uma faixa etária que se inicia na infância e segue até a pele madura”, aponta Yamaguchi. “Já com os produtos antienvelhecimento, a precaução costuma ter início a partir dos 25 anos”, compara.

A prevenção ao câncer de pele é uma questão de saúde muito importante e bastante comunicada no Brasil, por isso somos um mercado tão significativo de proteção solar. Mas a população está amadurecendo e se informando mais sobre a importância de se manter a pele saudável em todas as fases da vida”, afirma Mirela Seixas.

Renata Martins



WordPress Video Lightbox
ENTRE EM CONTATO.
FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336