Ativo derivado de musgo estimula as células da pele

A Mibelle Biochemistry venceu o prêmio do ingrediente cosmético mais inovador por ocasião da última edição do salão in-cosmetics Global.
Durante o evento, realizado em Amsterdã, a empresa suíça apresentou um sistema inédito de cuidados anti-idade e um novo recurso vegetal sustentável.

Vencedor do Gold Award do Melhor Ingrediente Ativo no salão in-cosmetics Global, o MossCellTec No.1 [1] da Mibelle Biochemistry apresenta duas inovações principais:

 um novo conceito anti-idade, a saúde do núcleo celular
uma 
nova fonte de ingredientes, um musgo vegetal obtido por biotecnologia.

RECURSO VEGETAL SUSTENTÁVEL

O MossCellTec No.1 é derivado da cultura de protonema de Physcomitrella patens, uma espécie de musgo comum no hemisfério Norte, encontrado principalmente em culturas e meios abertos.

Os musgos foram as primeiras plantas a conquistar a Terra, há cerca de 470 milhões de anos. Graças a sua extraordinária capacidade de adaptação, eles conseguiram sobreviver desde a pré-história até os dias de hoje“, explica a Mibelle em um comunicado. “Os musgos são capazes de captar o excesso de água e nutrientes do solo, do ar e da chuva, atuando como uma esponja. Ao mesmo tempo, conseguem tolerar longos períodos de ressecamento, durante os quais eles interrompem as próprias funções metabólicas. Como os musgos filtram todos os elementos nutritivos do ar e da chuva, eles também acumulam partículas de poluição do ar, por exemplo metais pesados. Para não se envenenarem, são ricos em diversos antioxidantes que atenuam os efeitos do acúmulo de componentes tóxicos“.

Essas numerosas propriedades são a razão pela qual mais de 40 espécies de musgo são usadas em medicina tradicional chinesa, em particular para reduzir inflamações e dores provocadas por picadas de insetos.

Diante da dificuldade de coletar musgos por métodos sustentáveis em meios naturais, a Mibelle desenvolveu uma tecnologia que permite cultivar,
em grande escala e em meio estéril
, células de Physcomitrella patens colhidas e cultivadas na fase de protonema (espórios em germinação).
No final do processo, para produzir o ingrediente cosmético MossCellTec No.1, o extrato obtido é cuidadosamente pulverizado sobre um pó à base de isomalte.
Apenas uma pequena quantidade de material botânico é necessária à implementação dessa tecnologia.

A FUNÇÃO DO NÚCLEO CELULAR

Segundo a Mibelle Biochemistry, o princípio ativo mantém a saúde do núcleo celular, fortificando a pele.
Os estudos realizados mostraram, em particular, que o MossCellTec No.1 ativa os genes responsáveis pela estruturação do envoltório nuclear (lamina A) e
pelo transporte nuclear (RanBP17)
, que nos queratinócitos de peles maduras estão presentes em níveis mais baixos.
O resultado, segundo a Mibelle, é que “a pele consegue se adaptar melhor ao estresse climático in vitro e in vivo“.

Para completar, “o MossCellTec No.1 deixa a pele mais hidratada, melhora a função barreira cutânea e confere um aspecto mais uniforme à pele após somente duas semanas de utilização“, continua a Mibelle.

O novo conceito anti-idade, baseado em um método inovador e sustentável de cultura celular, parece estar em perfeita sintonia com a atual demanda por ingredientes naturais com ação significativa. Recentemente, a agência Mintel identificou as biotecnologias como uma das principais fontes de inovação para impulsionar o uso de ingredientes naturais sustentáveis na indústria de cosméticos.

 

Fonte: © 2018 – Brazil Beauty News

Vincent Gallon
(Tradução: Maria Marques)

Observações

[1] INCI name : Phytol (and) Isomalt (and) Aqua/Water



WordPress Video Lightbox
ENTRE EM CONTATO.
FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336