Abdominoplastia ajuda a ter um abdome mais definido

Com esta cirurgia é possível conferir mais naturalidade e associar a lipoaspiração para realçar os resultados

 

shutterstock_116532253

A abdominoplastia é um dos procedimentos mais procurados nas clínicas de cirurgia plástica do Brasil

Múltiplas gestações, excesso de gordura, perda de peso substancial ou a própria genética são os principais fatores que levam não apenas ao afrouxamento da região abdominal, mas também à formação de estrias. E se existe uma região do corpo em que o mínimo é o máximo é o abdome – um importante sinalizador do quanto uma pessoa está ou não em forma. Para deixar a região mais definida, sem as incômodas gorduras localizadas e flacidez, o indicado é uma abdominoplastia.

A abdominoplastia não apenas remove a flacidez, gordura e marcas de distensão da região abdominal, mas também reforça os músculos abdominais verticais distendidos e enfraquecidos por múltiplas gestações, excesso de gordura ou perda de peso substancial, restabelecendo a aparência de um abdome firme e plano.

De acordo com a cirurgiã plástica Dra. Maria Carolina Coutinho (CRM-SP 113491), Membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), Vice-presidente da Sociedade Brasileira de Queimaduras/Regional São Paulo e integrante do corpo clínico dos Hospitais HCor, Santa Catarina, São Luiz e Pérola Byington uma boa candidata á abdominoplastia é a mulher que tem excesso de pele sem grandes excessos de gordura, ocasionada após gestações ou ganho de peso com subsequente perda.

“Outro problema tratado nessa cirurgia é o afastamento dos músculos retos abdominais, algo que também pode ocorrer na gestação, o que dá a impressão de aumento de volume abdominal. Já as mulheres que estão muito acima do peso não se beneficiam com essa cirurgia, cujo principal objetivo é a retirada do excesso de pele e afinamento da cintura com o reposicionamento da musculatura abdominal”.

A cirurgiã plástica relata que com este procedimento há uma perda de peso pela retirada do excesso de pele e uma planificação do abdome, o que dá a sensação de emagrecimento. “Porém, essa não é uma cirurgia para tratamento de excesso de gordura, de modo que o emagrecimento não é o principal benefício, por isso não deve ser vista como um substituto da reeducação alimentar ou de um programa de atividade física”, argumenta.

Lipoaspiração simultânea

Com o objetivo de realçar os resultados desejados, a especialista conta que é possível realizar uma lipoaspiração, simultaneamente com a abdominoplastia. “Não só é possível como é importante quando esta se faz necessária. A lipoaspiração do dorso e da cintura é muito comumente associada a essa cirurgia, melhorando muito os resultados com a definição da cintura. Somente a porção anterior do abdome não pode ser lipoaspirada simultaneamente devido ao risco de interrupção do suprimento sanguíneo dessa região com necrose da pele. A lipoaspiração de outras áreas, como coxas e culotes também pode ser associada”, explica.

Já que é possível realizar a lipoaspiração durante a abdominoplastia, alguém pode perguntar se a celulite pode ser eliminada durante o procedimento. A resposta da Dra. Maria Carolina a esta questão é que esse resultado dependerá da quantidade de pele que será retirada. “As estrias e celulite localizadas na parte inferior do umbigo desaparecem, enquanto as que ficam acima dele não saem, mas são deslocadas para a região inferior, ficando mais disfarçadas. A cirurgia melhora o aspecto da celulite por deixar a pele mais esticada, porém ela não trata esse tipo de problema, o foco é o excesso de pele e flacidez”.

Em relação à cicatriz, a Dra. Maria Carolina Coutinho relata que nas várias fases da plástica abdominal e no decorrer dos anos, sempre houve a preocupação de manter uma cicatriz menos perceptível e escondida. “Atualmente a cicatriz é colocada na marca do biquíni ou da calcinha, conforme o desejo de cada mulher. Isso é planejado junto com a paciente antes da cirurgia. Mas, vale ressaltar que biquínis muito cavados ou de lacinho geralmente não cobrem toda a cicatriz, podendo ficar à mostra. De qualquer modo a cirurgia é feita com o objetivo de deixar uma cicatriz de boa qualidade, fina e bem clara, que fica praticamente imperceptível”.

shutterstock_116199568

Cuidados

Após a cirurgia plástica do abdome alguns cuidados devem ser incluídos na rotina, tais como controle do peso com hábitos alimentares saudáveis, atividade física regular (aeróbica e musculação ou similar), cuidados com a pele (hidratação, fotoproteção) e tratamentos estéticos.
“Com esta atenção mais detalhada, com aproximadamente três semanas após a cirurgia já é possível retornar às atividades profissionais e sociais, mas ainda com repouso relativo. Vida social normal e atividade física leve, como caminhadas geralmente após quatro semanas quando a cinta modeladora poderá ser dispensada. Atividade física com carga, somente após seis semanas”, finaliza Dra. Maria Carolina Coutinho.

 

 

 

 

 

Aproveite e assista à entrevista exclusiva com o cirurgião plástico Oleg Sabatovich:



WordPress Video Lightbox
ENTRE EM CONTATO.
FALE CONOSCO OU ENVIE SUA MENSAGEM AGORA MESMO.
AQUI, NO SITE BELEZA TODAY, ESTAMOS SEMPRE PRONTOS A ATENDER A SUA SOLICITAÇÃO!


comercial@belezatoday.com.br | tel.: (+55 21) 2284-4336